segunda-feira

A História do Bolo de Casamento

Há algumas décadas atrás, o pão era quebrado sobre as cabeças dos noivos durante a recepção do casamento para dar sorte. Se alguma migalha de pão caísse no chão os convidados pegavam essas migalhas e comiam para ter sorte também. Felizmente, as pessoas se tornaram mais conscientes e está prática foi deixada de lado. Ao invés disso, os noivos agora servem bolos de casamento ou bolos de noiva, como também são conhecidos.
Na verdade, o bolo de casamento só começou a ganhar popularidade a partir do século XIX. Para a maioria das pessoas o bolo de casamento era apenas um simples bolo de creme gelado com um só andar e sem enfeite algum. Para a realeza, os bolos tinham muitos andares e eram usados para alimentar os muitos convidados nas festas de casamento. Dizem que quanto mais andares o bolo tinha, mais ricos eram os anfitriões.
Os Bolos de Casamento e as Tradições
Segundo um antigo conto de noivas, a mulher solteira que dormisse com um pedaço de bolo de casamento embaixo do seu travesseiro teria doces sonhos do dia do seu casamento. A verdade é que, no máximo, a sonhadora acordaria com a cabeça e o travesseiro sujos de bolo.
Muitos casais guardam o último andar do bolo de casamento no freezer e quando completam o primeiro aniversário de casamento eles tiram o bolo do freezer, descongelam e o comem para celebrar a data. O problema é que o gosto do bolo não chega nem perto comparado ao do dia do casamento!
Tipos de Bolos de Casamento
Os bolos de casamento podem ser decorados em diferentes formas, cores e sabores. O casal pode decidir servir para seus convidados bolos redondos tradicionais em suportes de plástico ou então bolos retangulares decorados como caixas de presente. A decoração dos bolos pode ser feita com creme de manteiga em forma de flores com os noivinhos no topo, ou com flores de verdade em forma de cachoeira caindo nas laterais. Devido aos diversos modelos de bolos de casamento disponíveis hoje, é ideal que você veja e compare vários estilos antes de tomar sua decisão de compra.



















Nenhum comentário:

Postar um comentário