sábado

CASAMENTOS NA SEMANA - ORGANIZAÇÃO EM MENOR TEMPO COM O MELHOR CUSTO BENEFICIO




Festa de casamento em dia de semana em SP pode gerar economia de até 30% com fins de semana disputados, empresas oferecem descontos de 2ª a 5ª.Noivos também conseguem organizar a festa em menos tempo.
Morar numa cidade com uma população estimada de 11 milhões de habitantes como São Paulo significa quase sempre enfrentar uma fila. E isso não é diferente na hora de escolher uma igreja e um buffet para realizar a festa de casamento. Muitos noivos penam para realizar o sonho de casar em um local muito disputado da cidade num final de semana. Quem não planeja a festa com uma antecedência de pelo menos um ano e meio pode ter que adiar o dia de juntar as escovas de dente ou abrir mão do lugar dos sonhos. Quem faz questão de manter o lugar pode optar por trocar a data por um dia de semana (de segunda a quinta-feira), que, além de casar na época preferida, ainda conseguirá um desconto entre 10% e 30% na festa. O percentual de abatimento é estipulado por assessorias de casamentos que organizam festas em todo o estado. Noivos que já casaram em dias de semana garantem que os convidados comparecem à festa. “Se eles gostam mesmo de você, vão em qualquer dia”, diz o empresário Panayote Damilakos, de 25 anos, que causou com a gerente empresarial Carla Damilakos, de 26, em 29 de janeiro deste ano, uma quinta-feira. Dos 250 convidados da festa, apenas dez faltaram. “O pessoal jovem já costuma sair durante a semana mesmo, então não faz diferença”, diz ele, segundo o qual os convidados se divertiram na pista de dança até as 2h.
O empresário conta que começou a planejar a festa com praticamente um ano de antecedência, em fevereiro de 2007, e não havia mais data no final de semana para janeiro de 2008 no buffet que ele pretendia casar. Como não queria abrir mão do mês de janeiro, para poder passar a lua-de-mel na praia, aceitou casar num dia de semana e não se arrepende. A escolha gerou uma economia de uns 30% no orçamento da festa. “Primeiro pensamos no sábado, mas depois vimos os atrativos e decidimos pela quinta-feira”, conta o empresário, que passou a semana em lua-de-mel na praia de Maresias, no litoral norte do estado, como havia planejado há quase um ano. Para evitar que os convidados sofressem muito com o trânsito se deslocando da igreja para o local da festa, o casal optou por realizar tudo no mesmo lugar.

Festa planejada em dois meses

Como escolheu uma terça-feira para casar, a arquiteta Cristina Wehba, de 32 anos, não teve dificuldades para organizar o casamento em apenas dois meses. Ela casou no dia 25 de março de 2008, data em que completava dois anos de namoro e disse que a maioria dos 150 convidados compareceu à festa. Cristina não chegou a fazer orçamentos de um casamento no fim de semana, mas acredita ter economizado uns 30%. “Já tinha decidido a data antes de saber dos preços, mas [a economia] foi uma ótima surpresa”, comenta. A arquiteta diz que o fato de ter sido numa terça-feira não mudou a diversão da festa que contou com tudo que há nas celebrações em fins de semana como cerimônia, jantar e pista de dança animada por DJ. “Foi super divertido”, lembra.
Bruno Zani, sócio e diretor de marketing da Cenográphia Festas em parceria com Renato Aguiar, diz que casando de segunda a quinta-feira o casal consegue economizar na maioria das coisas como cerimonial, bufê e DJ ou banda. Em festas organizadas por sua empresa é possível ter um desconto de 30% a 40% no custo total se a data não for uma sexta-feira ou um sábado. Zani diz que a grande maioria dos noivos prefere casar no fim de semana, mas já há alguns que optam pelo o dia útil por uma questão de redução de custos. Outros pontos positivos do casamento de segunda a quinta, segundo os organizadores de festas, é o fato de os noivos poderem contar com a igreja só para eles, pois quem casa no fim de semana num templo religioso muito disputado, às vezes só tem meia hora para a cerimônia. Isso porque logo depois tem que ser celebrado outro casamento. Quando ocorrem vários casamentos num dia na mesma igreja, os vários casais também têm que chegar a um acordo sobre a decoração que é dividida por todos, já que não há tempo de colocar uma decoração diferente para cada um. “Na semana, o casamento na igreja é único”, diz Tatiana Queiroz, sócia da empresa Sylvia Queiroz assessoria de casamentos e recepção. Segundo ela, o casal cujos convidados são da mesma cidade não encontra muitas dificuldades para fazer a festa num dia útil. Ela conta que tem notado uma maior procura por casamentos durante a semana há cerca de um ano. Segundo Tatiana, a maioria dos noivos que aceita o dia útil, opta pela quinta-feira.



por Luiza Brito do site G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário